Diferença entre Soft starter e Inversor de frequência – Elétrica Residencial

Sempre ficamos na dúvida sobre qual dispositivo usar em determinada situação. Qual é mais barato, mais fácil de usar?

Qual terá a função necessária para a minha aplicação? Quando posso usar um ou outro?

Enfim, são várias perguntas, dúvidas, e esse artigo irá te ajudar a determinar, da melhor forma, entre o soft starter inversor de frequência.




Soft starter

Qual a diferença entre Soft starter e Inversor de frequência

soft starter é um dispositivo eletrônico composto por pontes de tiristores (SCR’s) acionadas por um circuito eletrônico, com a finalidade de controlar a tensão de partida do motor, bem como sua desernegização. Fazendo assim, com que a energização e desenergização do motor sejam suavizadas. O soft starter pode substituir os tradicionais modos de ligação estrela-triangulo, chave compensadora e partida direta.

Com o soft starter é possível também limitar a corrente de partida, evitando assim, picos de corrente. Além de possibilitar a partida e parada suave, e também promover a proteção do sistema.

soft-starter funciona segundo a redução da tensão de partida, através de deslocamento do ângulo de disparo de uma ponte tiristorizada. Sua função é, apenas e tão somente, controlar o motor no instante da partida. Após isto, a rede elétrica é conectada diretamente ao motor. Todo o processo acontece em 60 Hz.

soft starter não controla a velocidade, mas permite controlar vários motores através da função Bypass. Esta função tem como finalidade apenas auxiliar na partida do motor, quando o motor chagar na tensão nominal o soft starter deixa de atuar ficando assim livre para auxiliar na partida dos demais motores.

Com soft starter é possível conseguir grandes feitos como por exemplo baixo gasto de energia, proteção contra choques elétricos, e proteção dos componentes.




 

Inversor de frequência

Qual a diferença entre Soft starter e Inversor de frequência

No inversor de frequência, por outro lado, a rede é retificada, filtrada, e aplicada a uma ponte de IGBTs. Esses são chaveados em frequência de até 16 kHz. Na entrada temos a frequência constante com tensão alternada, e na saída a frequência pode ser variável.

O inversor de frequência controla apenas um motor por vez. No entanto este equipamento controla não somente a partida de motor, mas é capaz de variar sua velocidade de forma que o torque permaneça constante, através do que chamamos curva V/f.

Qual a diferença entre Soft starter e Inversor de frequência

Comumente usados em motores de indução trifásicos, para assim substituir os sistemas de variação de velocidade mecânicos, tais como polias.

inversor de frequência controla não só a partida, mas também a frenagem, frequência máxima e mínima, monitora a corrente elétrica, além de proteger o motor através da determinação da corrente nominal. Usado também para proteção contra falta de fase e sobrecarga. No entanto, só é possível controlar um motor por vez.

 

Qual a diferença entre Soft starter e Inversor de frequência

Tanto o princípio de funcionamento quanto a função são diferentes.




SOFT STARTER INVERSOR DE FREQUÊNCIA
Ø  Composto por tiristores (SCR’s) Ø  Composto por IGBT’s
Ø  Substitui partidas como estrela triangulo, chave compensadora e partida direta Ø  Substitui o soft starter
Ø  Usado para suavizar a partida dos motores. (Controle somente no momento da parida do motor) Ø  Usado para controlar a partida, aceleração, frenagem, velocidade, monitorar a corrente elétrica
Ø  Proteção do sistema e contra choques elétricos Ø  Proteção contra falta de fase e sobrecarga
Ø  Possibilita controlar a partida de mais de um motor Ø  Possibilita controlar a partida de apenas um motor

Concluindo, um inversor de frequência pode substituir sempre um soft-starter, mas, o contrário não é possível.

Conclusão

O que determina qual componente será usado é basicamente o tipo de função necessária e a função que o componente oferece.

Basicamente, quando o objetivo é o simples acionamento do motor, usamos o soft starter. Quando o objetivo for além da partida, conseguir controlar as ações da ponta do eixo do motor e/ou automatizar o processo deve-se utilizar o inversor de frequência.

Saber como e quando utilizar este tipo de componente é bastante importante, assim como sempre se atentar para aplicar os conhecimentos da forma mais segura possível, evitando assim, possíveis acidentes elétricos.

Fonte: https://www.saladaeletrica.com.br/qual-diferenca-entre-soft-starter-e-inversor-de-frequencia/

Diferença entre Soft starter e Inversor de frequência – Elétrica Residencial
3.3 (66.67%) 3 votes

Related posts:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge